Como assinar
Edições           anteriores
História


Araçatuba, domingo, 23 de setembro de 2001


Periscópio

Pauta cheia

A sessão da Câmara dos Vereadores de Araçatuba de amanhã tem uma pauta extensa: 34 itens estão elencados para apreciação e votação na Ordem do Dia. Para viabilizar os trabalhos legislativos, o prefeito Jorge maluly Netto (PFL) determinou, na reunião com sua bancada de apoio, na sexta-feira, que os projetos com parecer contrário da Comissão de Justiça e Redação sejam retirados. São 15.

Lotação

Amanhã, volta à pauta de discussões da Câmara projeto do vereador Edval Antônio dos Santos (PRTB), que cria o serviço de lotação no município. A proposta foi apresentada em março e adiada, até agora, por 20 sessões. Parecer contrário da Comissão de Justiça e Redação já foi rejeitado.

Recuo?

Alguns observadores atentos às coisas da política estão preocupados com a propositura de Edval, num momento em que a concessionária do serviço de transporte coletivo se dispõe a investir na criação de um terminal de integração. A aprovação das lotações pode provocar a suspensão do investimento.

No páreo

O ex-vereador Luiz Antônio Boatto será um dos pré-candidatos do Partido Verde em Araçatuba, para a eleição do próximo ano. Só falta definir se será a deputado estadual ou federal. O porta-voz do PV, Carlos Nova, disse na sexta-feira que a indefinição decorre do aguardo de resposta de políticos convidados para compor a chapa, como a vereadora Clarice Andorfato (ex-PRTB) e o vice-prefeito Antônio Barreto dos Santos (ex-PFL). O partido quer sair com sete candidatos da região, quatro para a Aasembléia Legislativa e três para a Câmara Federal.

Força-tarefa

O deputado estadual Roque Barbiere (PTB) encaminhou ofício ao secretário de Estado da Segurança Pública, Marco Vinício Petreluzzi, requerendo o envio de uma força-tarefa das polícias para o combate do crime organizado em Birigüi. Ele assinala, em sua carta, que a comunidade birigüiense decidiu ajudar a polícia doando computadores, sistemas de rádio, linhas telefônicas, coletes à prova de balas, munição e armamento e, por isso, merece ser olhada de forma diferente pelo Estado.

Frase

" ... Rogamos a V.Exª designar para Birigüi um número maior de investigadores e escrivães, para que a Polícia Civil consiga fazer plantões permanentes e não da maneira ridícula como é feito hoje."
Roque Barbiere, deputado estadual do PTB, em carta endereçada ao secretário de Estado da Segurança Pública, Marco Petreluzzi

Idéia

O deputado estadual Edson Gomes (PPB) apresentou projeto na Assembléia Legislativa para que os carros movidos a álcool passem a ter uma placa especial, com fundo verdes, caracteres pretos e duas tarjas diagonais, uma branca e uma azul. Ele quer que esses veículos sejam excluídos dos rodízios, onde houverem. E acha que isso vai estimular o uso de carros movidos a álcool.

Sem logotipo

O Tribunal de Justiça do Estado proibiu, por liminar, o prefeito de Catanduva, Félix Sahão Júnior (PT), de continuar usando o logotipo de sua administração nos veículos da prefeitura, nos panfletos, cartazes, placas, sacos de leite da vaca mecânica, camisetas distribuídas aos servidores e outros meios. Os desembargadores entenderam que o princípio constitucional que proíbe a promoção pessoal ou da administração deve ser respeitado. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) apóia a decisão do TJ.