Cidades
cidades@folhadaregiao.com.br

 
 

ELEIÇÕES 2000
Prefeita vai à Justiça para concorrer

Chico Siqueira

      A prefeita de Araçatuba, Germínia Venturolli (PRP), está repetindo a mesma estratégia de 96 para tentar evitar que uma sentença, que a considerou inelegível, seja aplicada em 2000, afastando-a da corrida eleitoral deste ano.
Para isso, Germínia Venturolli já recorreu à Justiça, mesmo antes do prazo estabelecido para entrada de pedido de impugnação de candidatura. O objetivo é se precaver contra um possível pedido de impugnação, que deverá ser feito por seus adversários.
A estratégia funciona com Germínia tentando, novamente, anular o ato da Câmara dos Vereadores, que rejeitou suas contas de 90, quando de sua primeira gestão na prefeitura (89 a 92).
Por conta da rejeição, a prefeita ficou inelegível em 94, sendo punida com suspensão dos direitos políticos por cinco anos. Mas, uma ação de desconstituição de ato administrativo, contra a Câmara, deixou a inelegibilidade sub judice (dependente de aplicação da sentença) concedendo à prefeita o direito de se candidatar em 96.
Desta vez, a prefeita tenta repetir a façanha, propondo nova ação de desconstituição do ato da Câmara, mesmo com o fato de a primeira ação já ter sido julgada em definitivo (transitada em julgado) em última instância pelo STF (Supremo Tribunal Federal), não cabendo, teoricamente, recurso.
A nova ação foi protocolada na terça-feira pelo secretário municipal dos Negócios Jurídicos, João Alves, depois de o marido da prefeita, Sylvio José Venturolli, articulador político do PRP, ter recebido informações de que um dos candidatos concorrentes já estaria com um pedido de impugnação pronto, esperando apenas o registro da candidatura de Germínia no TRE.
Alves, que é promotor aposentado, disse ontem que, por se tratar de direito constitucional, o ajuizamento de outra ação semelhante é cabível neste caso. “Desta vez, vamos mostrar outros argumentos na nossa defesa”, afirmou.
Alves disse que o objetivo é fazer com que a ação seja uma medida preventiva, no caso de um possível pedido de impugnação da candidatura. “Mas, essa ação vale somente se o pedido de impuganção estiver relacionado com o caso específico. Se for outros casos, teremos que apresentar outras ações”, declarou.
De acordo com Alves, mesmo que haja pedido de impugnação, a prefeita poderá participar da eleição, isso porque, segundo ele, há outros meios jurídicos de protelar uma decisão sobre o assunto.
Alves fez mistério sobre os “novos argumentos” que a prefeita está fazendo na ação. A Folha da Região apurou que a prefeita alega que as irregularidades pelas quais foi condenada já foram sanadas.
 
 

Foto: Arquivo

REELEIÇÃO/ Germínia Venturolli, candidata a um novo mandato
 
 

Convenções de partidos 
confirmam previsões

       Os seis partidos que ontem realizaram suas convenções —PPB, PPS, PL, PC do B e PSB— confirmaram as previsões políticas. Com isso, falta apenas a definição da esquerda para o fechamento do quadro eleitoral para o pleito de outubro na disputa pela Prefeitura de Araçatuba.
A indefinição, porém, deve terminar entre hoje e amanhã — último dia de prazo para realização de convenções —, quando PSB, PC do B e PT decidirão se fecham a quinta coligação partidária.
Até agora, foram formadas quatro coligações, a última delas amarrada ontem pelo PL e PPS que, em convenções, decidiram fechar com o PSDB, do candidato Sérgio Paoliello. Existem ainda outras três, encabeçadas pelo PDT, PRP e PFL, que têm como candidatos o ex-prefeito Domingos Andorfato, a prefeita Germínia Venturolli e o deputado federalJorge Maluly Neto, respectivamente.
PSB e PC do B, que se coligaram nas eleições proporcionais, decidiram ontem, em suas convenções, que não fecham acordo com PPS e PL, partidos que implodiram a Frente Popular Mudança e Esperança, da qual faziam parte, e com a coligação liderada pelo PFL.
Apesar da proximidade com o PT, a nova coligação está sendo dificultada pelo trauma que PSB e PC do B, adquiriram com a saída do PT da Frente, há duas semanas. Se não bastasse, um divisão interna no PT ajuda a dificultar um possível acordo. Por isso, pode ser que os dois partidos fechem com a coligação liderada pelo PDT.
Já o PPB ratificou ontem o apoio à coligação encabeçada pelo PFL. A coligação lança o deputado federal Jorge Maluly Neto (PFL-SP) a prefeito e o presidente do PFL de Araçatuba, Antônio Barreto dos Santos, a vice-prefeito. O mesmo deve ser feito hoje pelo Prona e PAN, que fazem suas convenções a partir das 20h.
 
 



 
 

ASFALTO
Prefeitura contrata empresas

       A Prefeitura de Araçatuba contratou as empresas Crisfer e Engetrix para obras de pavimentação asfáltica na cidade, num valor total de R$ 342.028,95. Os serviços, entretanto, podem nem ser realizados este ano. É que a contratação foi feita para atender situações que a administração julgar emergencial.
“Podemos usar todo o valor do contrato ou não fazer nada”, afirmou o secretário de Planejamento, Édson de Paula. O contrato também prevê reparos de guias e sarjetas. O valor total foi de R$ 342 mil, R$ 164,4 mil dos quais a serem executados pela Crisfer e o restante, 177,6 mil pela Engetrix. Por serem considerados valores pequenos, não serão utilizados para asfaltar ruas inteiras em bairros.
O cronograma de obras a serem realizadas será definido conforme a necessidade. Cabe à prefeita Germínia Venturolli (PRP) indicar os locais a serem beneficiados. A contratação das empresas foi por meio de licitação.
Provavelmente serão locais no centro de cidade, próximo a hospitais e escola. “Até o fim do ano podemos utilizar todo o valor do contrato ou não fazer nada, tudo vai depender da situação”, disse Edson de Paula. Ele ressaltou que a pavimentação asfáltica nos bairros continuará seguindo o Plano Comunitário. O programa está atendendo simultaneamente os conjuntos habitacionais Ezequiel Barbosa, Hilda Mandarino e bairros Juçara e Aviação. (Cláudia Russo)
 
 



 
 

SAÚDE
Sucen faz pulverizações
em Araçatuba e Birigüi

         A Sucen faz hoje, uma hora após o pôr-do-sol, nebulização contra o mosquito transmissor da dengue em Araçatuba e Birigüi.
Em Araçatuba, a aplicação de inseticida será feita nos bairros Etheocle Turrini, Antônio Vilela, Manoel Pires, vila Alba, Aeroporto, distrito industrial Alexandre Biagi, Presidente, Parque Industrial I, parte do Planalto (entre as vias Marcílio Dias, José Rico Belda e José Caetano Ruas), jardim do Trevo, parte do Palmeiras, Boa Vista, parte do Casa Nova (entre as vias Aguapeí, Casa Nova, Pedro Janser, Canjiro Takebe e José Caetano Ruas), Iporã, Ouro Preto, parte do Juçara (entre as vias Rotary Club, Madalena Lourenço Bruno e Marcos Toquetão).
Já em Birigüi, em parte do Centro, Fátima, vila Gardenal, vila Giampietro, Tropical, Icaraí, Santo Antônio, parte do Quemil, Santana, Monte Líbano e Canaã.
Os moradores devem deixar portas e janelas abertas e retirar das áreas pessoas com problemas alérgicos, respiratórios e recém-nascidos.
 
 




 

SAÚDE PÚBLICA
Cidade ganha novo pronto-socorro

Cláudia Russo

       O novo pronto-socorro municipal de Araçatuba, no bairro Castelo Branco, ao lado da futura maternidade municipal, começa a funcionar sábado. A inauguração oficial está marcada para amanhã, às 20h. Durante toda a noite de sexta-feira ainda haverá plantão com um médico e dois enfermeiros no PSM na rua São Paulo. O novo PS leva o nome de Aída Vanzo Dolce, mãe da prefeita Germínia Dolce Venturolli (PRP).
A construção foi concluída há mais de um mês, mas a abertura estava dependendo da chegada de alguns equipamentos, conforme afirmou o secretário municipal de Saúde e Higiene Pública, Antônio Rubens Lima de Castro.
O projeto, executado com recursos do Fundo Municipal de Saúde, custou R$ 700 mil. A construção civil levou seis meses para ficar pronta, consumiu R$ 550 mil, enquanto R$ 150 mil foram gastos em equipamentos e móveis.
Depois de passar por pequenos reparos como pintura nas paredes, o prédio da rua São Paulo, insuficiente para atender a demanda diária de 300 pacientes, abrigará o Centro de Referência da Saúde do Trabalhador, que hoje funciona numa sala no Centro de Saúde. O atendimento odontológico também permanece no antigo pronto-socorro.
A mudança para o prédio de 1.500 metros quadrados deve acelerar e melhorar o atendimento à população. O número de leitos foi ampliado de 4 para 26. O novo PSM tem ainda sala para doenças infecto-contagiosas, neurológicas, ortopédicas, reanimação cardíaca e raio X.
Por enquanto, o atendimento continuará sendo feito por dois médicos plantonistas, mas em no máximo 60 dias o quadro de funcionários deverá ser ampliado. Os primeiros admitidos serão os enfermeiros que já passaram por concurso público. “Estaremos funcionando com capacidade total nos próximos dois meses”, afirmou Castro.
A transferência para endereço distante do centro da cidade também tem o objetivo de conter os atendimentos desnecessários, forçando os casos sem emergências a permanecerem nas UBSs (Unidade Básica de Saúde). Castro afirma que mais de 70% dos atendimentos feitos hoje no PSM não são emergenciais. 
Os pacientes que vão ao pronto-socorro sem estado de urgência acabam sendo reencaminhados para as unidades de seus bairros, mas antes disso congestionam o serviço.
Por isso, a Secretaria de Saúde iniciou reestruturação do sistema. Dentro do programa de recuperação das UBSs foram ampliadas as unidades dos bairros Alvorada, TV e Planalto. O bairro São João ganhou uma UBS nova e a do bairro São Rafael será inaugurada no mês que vem. 
A maternidade pública, que também faz parte do centro médico criado no Castelo Branco, ainda não está equipada e só deve ser aberta no final do ano.
 
 

Foto: Paulo Gonçalves

LOCAL/ Prédio do novo pronto-socorro, que recebeu nome da mãe da prefeita Germínia
 
 







 
 

OBRA
Birigüi inaugura
Centro Médico
Hospitalar amanhã

Antônia Rodrigues

      A inauguração do prédio do Centro Médico Hospitalar “Viriato da Silva Nunes”, de Birigüi, será amanhã, segundo o secretário municipal da Saúde, Milton Vicente Ferreira.
O secretário disse que o prédio vai receber aos poucos as unidades que serão transferidas para o Centro Médico, localizado na praça Gumercindo de Paiva Castro. A prioridade será para o Ambulatório de Saúde Mental, seguido da Unidade Básica de Saúde do Santo Antônio, que fica na mesma área e funciona em prédio alugado.
No geral, os 6,8 mil metros quadrados de área vão abrigar as vigilâncias Epidemiológica e Sanitária, a Secretaria Municipal de Saúde, o Centro de Controle de Vetores e Zoonoses, a sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde, um anfiteatro para convenções e eventos, com capacidade para 150 pessoas, além de lavanderia, cozinha, refeitório, centro cirúrgico e o pronto-socorro municipal, que atualmente funciona no prédio da Santa Casa. A estimativa é de que, no geral, o centro funcione com 56 leitos, somando-se os do PS, da futura unidade hospitalar e das unidades isoladas. O centro absorverá mão-de-obra de 250 funcionários.
As mudanças devem ocorrer durante o mês de julho, conforme os respectivos departamentos forem sendo devidamente preparados e equipados. A expectativa, segundo Ferreira, é de que o hospital esteja funcionando parcialmente ainda no terceiro trimestre.
Faz parte dos projetos do Centro Médico a instalação de uma área exclusiva para atendimento hospitalar. “Mas como é uma unidade nova, que ainda não existe em outro lugar, vai demorar um pouco mais que as outras”, explica Ferreira. A área física da unidade já existe, dependendo apenas da aquisição de equipamentos.

HISTÓRICO — O custo total do prédio foi de R$ 2,6 milhões. Do total, R$ 2 milhões foram pagos pelo governo federal e o restante, pela prefeitura. O Centro Médico deverá atender a cerca de 1,1 mil pacientes por dia, de Birigüi e cidades vizinhas.
Inicialmente projetado para ser um hospital com seis andares e cerca de 120 leitos, a obra começou em meados de 88, na administração Florival Cervelatti, e um ano depois foi interrompida, e retomada pela atual administração, segundo o secretário municipal de Saúde. “Foi feito um replanejamento do prédio e novo orçamento, que foi apresentado à Caixa Econômica Federal, financiadora da obra. Como só tinham as paredes da base erguidas, resolvemos transformá-lo num centro para atendimento misto”, afirma Ferreira.
 
 



 
 

TRÂNSITO
Baliza ‘derruba’ mais motoristas

Cristina Lima

      O número de candidatos aprovados no exame prático para obtenção de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vem caindo desde o final de maio em Araçatuba, quando a Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) mudou as normas para a realização da baliza.
A média de 61,6% de aprovação das pessoas que fizeram exames para se habilitar a dirigir carros entre 27 de abril e 11 de maio baixou para 44,2% desde 25 de maio. As reprovações passaram de 38,2% para 55,8% no mesmo período.
Já os candidatos a motociclistas, que do final de abril a meados de maio atringiram índice médio de aprovação de 71%, obtêm, desde 25 de maio, 57% de resultados positivos. As reprovações saltaram de 29% para 43% nesse período.
A inversão dos resultados, de acordo com o diretor da Ciretran, delegado Getúlio Sílvio Nardo, 31, deve-se à falta de preparo dos candidatos. Nardo diz ter constatado que as auto-escolas estavam preparando os alunos apenas para os testes, e não para serem motoristas.
“Isso ficou claro quando mudamos a disposição das balizas. Com os cones colocados em outras posições e sem as marcações que as auto-escolas colocavam nos vidros dos carros para orientar os candidatos, eles não conseguiam mais realizar o teste”, explicou o delegado.
Nardo reconhece, no entanto, que o desempenho dos candidatos no âmbito geral das provas tem melhorado desde 1º de maio, quando entrou em vigor a necessidade de realização de 15 horas de aula de direção antes do teste prático, conforme determinação do Código de Trânsito. “Estamos percebendo que os candidatos estão mais preparados, mas ainda não o suficiente para obter a habilitação.”

MAIS DIFÍCIL — A partir de julho, o exame prático de direção vai se tornar ainda mais difícil. Segundo o diretor da Ciretran, será adotada na avaliação dos candidatos uma tabela criada pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).
Pelo novo sistema, as pessoas avaliadas vão perder pontos de acordo com uma tabela, que estabelece a gravidade das falhas dos candidatos.
Assim, deixar de dar seta ao fazer manobras vai acarretar a perda de três pontos, por se tratar de infração grave, assim como não usar o cinto de segurança ou exceder a velocidade. 
Caso perca quatro pontos, o candidato é reprovado e tem de se submeter a novos exames.
No caso dos motociclistas, as normas serão ainda mais rígidas. Algumas falhas serão consideradas eliminatórias, como deixar de utilizar o capacete, e o candidato não terá a oportunidade de prosseguir no teste se as cometer.
Atualmente, segundo o delegado, embora haja normas, a avaliação sofre muita interferência do examinador e de suas impressões sobre os alunos. “Nossa intenção é tirar essa subjetividade do exame e torná-lo o mais objetivo possível”, disse Nardo.
 
 





 Habilitados terão
de assistir a aulas

       A partir de 1º de julho, os motoristas que forem renovar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) terão de voltar às salas de aula da Ciretran para aprender técnicas de direção defensiva e noções de primeiros socorros, meio ambiente e cidadania.
Será obrigatória a participação do motorista em 18 horas de aula, mas apenas em uma renovação do documento. Nas demais, ele estará dispensado da obrigação.
Ao final dos cursos, haverá uma prova, que não poderá reprovar os motoristas, mas apenas avaliar o seu aprendizado. Quem comprovar que já fez os cursos, ou por iniciativa própria ou por necessidade profissional, não terá de participar das aulas.
Segundo o diretor da Ciretran, Getúlio Sílvio Nardo, embora potencialmente polêmica, a determinação do Detran ainda não provocou protestos na cidade, que tem atualmente cerca de 80 mil pessoas habilitadas.
Motoristas ouvidos pela Folha da Região aprovaram a medida. “Quanto mais aprendermos em relação ao trânsito, melhor”, disse o motorista de ônibus João Rodrigues Borges Sobrinho, 45. “Acho importante essa preocupação do Detran. O motorista tem a oportunidade de se tornar mais consciente no trânsito”, condordou o também motorista de ônibus Valdemar Afonso, 43.
As auto-escolas também já encontraram uma forma de evitar o descontentamento dos clientes com a medida. “Procuramos mostrar a eles o lado positivo dos cursos. Eles estão assimilando bem a idéia”, afirmou Marcelo Garcia, dono do Centro de Formação de Condutores Garcia. (C.L.)
 
 



 
 





EDUCAÇÃO
Professora comenta 
manchetes com alunos

Fernanda Vicente

       Os alunos da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Darcy Fontanelli, de Araçatuba, também participam do Projeto Cultural Folha da Região na Sala de Aula. Desde o início do ano letivo, eles estão desenvolvendo diversas atividades com o jornal.
A professora Darcy Moreira Ferrari contou que todos os dias lê e comenta a manchete da Folha da Região para seus alunos da 4ª série. “Eles já ficam esperando por isso.”
Além disso, a professora desenvolve trabalhos uma ou duas vezes por semana. “Gosto muito de trabalhar com o jornal porque amplia o vocabulário das crianças. As atividades também preparam o estudante para o mundo”, disse. “O jornal é um meio para que eles tenham um conhecimento melhor e mais amplo.”
Ontem, por exemplo, os alunos da professora Darcy desenvolveram uma nova atividade com o jornal em sala de aula. Divididos em grupos, eles leram a publicação e escolherem uma notícia. Após discutirem o assunto, os estudantes fizeram um comentário e sugestões por escrito.
“Gostamos de trabalhar com o jornal, que traz muitas notícias interessantes. A aula fica diferente e mais legal”, disseram as alunas Carine Correia Sales, Aline Caldas Dias, Tábata Carolina Rozário e Ana Eloísa de Melo.
 
 

Foto: Ag. Cardoso

CONHECIMENTO/ Estudantes da escola Darcy Fontanelli em atividade do projeto cultural
 
 

EDUCAÇÃO 2
Concurso sobre direitos da
criança premia vencedores

       A premiação do concurso de ilustração do tema “Os direitos da criança e do adolescente”, promovido pelo Projeto Cultural Folha da Região na Sala de Aula, será hoje, às 15h, na sede do jornal. A entrega dos prêmios contará com a presença do gerente da Brasimac, Paulo César Alves Pinheiro.
Os vencedores do concurso foram os alunos Mônica Yuri Bouchiglioni, do Unicolégio, de Araçatuba, e Adriana Alves de Oliveira, da escola estadual Izabel de Almeida Marin Berbel, de Birigüi.
Segundo a coordenadora do projeto, professora Lúcia Maria Milani Piantino, o principal objetivo da atividade era “desenvolver o senso de cidadania dos estudantes”.
A próxima promoção é o “Passaporte de leitura”. Podem participar alunos de todas as escolas inscritas no projeto. Cada escola está recebendo 10 fichas de leitura. Elas devem ser oferecidas a 10 alunos que se disponham a fazer 10 horas de leitura, entre os dias 1º e 29 de julho.
O acompanhamento e o registro das horas de leitura nas fichas ficam por conta do professor de Língua Portuguesa. As fichas devidamente preenchidas devem ser enviadas — assinadas pela professora e pela direção da escola — no período de 1º a 10 de agosto.
De acordo com Lúcia, após serem analisadas, as fichas serão trocadas por cartões que dão direito a lanches do McDonald’s. (F.V.)

Serviço

As fichas de leitura devem ser enviadas para: Projeto Cultural Folha da Região na Sala de Aula, A/C Lúcia Maria Milani Piantino, rua Afonso Pena, nº 632, CEP 16.010-370, Araçatuba, SP. Não serão aceitas fichas após o dia 10 de agosto.
 
 



 
 

CRIMINALIDADE
Adolescente que já 
matou dois é preso

Da Redação

      O menor M.B.M., 17 anos, conhecido na região de Campinas por ter cometido um latrocínio (matar para roubar), um homicídio e diversos roubos, foi preso ontem em Araçatuba por investigadores da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), no bairro Alvorada. No momento da prisão ele tentou dar uma facada no delegado Paulo de Tarso Leite de Almeida Prado.
A Dise recebeu denúncia de que o menor estaria morando no bairro Alvorada e após investigações chegou até o endereço onde ele residia sozinho, na avenida Perimetral, 1202, no antigo traçado ferroviário.
No local a polícia encontrou quatro papelotes de cocaína, vários CDs, um aparelho odontológico avaliado em aproximadamente R$ 2 mil e uma faca.
Os policiais cercaram a casa do menor, cuja família mora em Hortolândia. Um investigador bateu na janela e quando o rapaz abriu a porta foi pego pelos braços. Porém, conseguiu se soltar e entrou. Quando o delegado abriu a porta da sala o menor tentou agredi-lo com uma faca. Os investigadores dominaram M.B.M. e encontraram os objetos e a droga na residência.
A polícia também encontrou cartas da mãe do menor, onde ela pede para que o filho pare de usar drogas e informa que policiais de Sumaré e de Hortolândia estão atrás dele. A Polícia Civil de Araçatuba apurou que o menor já cometeu um homicídio, um latrocínio contra o irmão de um policial militar e roubos, principalmente de vans.
Ontem o menor foi transferido para uma cela destinada a menores infratores na cadeia de Guararapes, onde ficará aguardando julgamento. Ele é suspeito de ter participado de um assalto na residência de um comerciante no jardim Nova York. Segundo a polícia, M.B.M. é um assaltante de alta periculosidade.
 
 

Foto: Valdivo Pereira

DETIDO/ O menor M.B.M., suspeito de assalto no Nova York
 



 
 

VIOLÊNCIA
Ladrões fazem 5 assaltos
à mão armada em Araçatuba

       Cinco roubos foram registrados pela polícia entre a noite de terça-feira e o dia de ontem em Araçatuba. Em um dos casos os assaltantes não conseguiram fugir com a caminhonete da vítima e roubaram uma moto próximo ao local do roubo, no Jardim América.
Anteontem por volta das 20h15 a comerciante Regiane Marisa da Silva, 27 anos, estava sozinha em sua casa, no jardim América, quando entraram dois rapazes, de cor negra, armados, anunciando o assalto. Um deles ficou com a vítima e o outro foi para um dos quartos da casa, de onde roubou jóias e bijuterias.
Os ladrões também separaram várias peças de roupas e tentaram fugir com a caminhonete da vítima, que estava na garagem com uma trava. Os assaltantes não conseguiram tirar a trava e fugiram a pé, deixando as roupas.
Às 20h40 eles roubaram uma CG-125, Titan ES, placa CTW-5705, do metalúrgico Jefferson Almeida Lima, que estava em frente ao número 800 da rua Pedro Janser. O metalúrgico disse que dois rapazes chegaram armados, pediram a chave da moto e fugiram no sentido bairro São José.
Um rapaz armado entrou no Bar do Wilson, na rua Anselmo Manarelli, 471, bairro Santana, anteontem às 23h50 e roubou R$ 100,00 do proprietário.
O assaltante ainda roubou R$ 50,00, documentos pessoais e um talão de cheque do banco Itaú do instrutor Mário César Ruy, 35, e uma pochete com um cartão Bradesco/Visa do moto-taxista Carlos Eduardo de Freitas Santos, 35. Antes de fugir de carona em uma moto vermelha que ficou esperando nas proximidades do bar, o rapaz deu um tiro para o alto.
O locutor Edson Carlos Ruiz Gonçalves, 22, foi assaltado anteontem às 21h45 quando passava pela praça São Joaquim. Ele contou à polícia que foi cercado por dois homens, um deles armado, que pediram sua carteira. Quando foi tirar a carteira do bolso ele levou uma coronhada na cabeça e um tapa na boca. Os assaltantes roubaram R$ 180,00 em dinheiro e R$ 215,00 em cheques de Gonçalves.
Ontem, por volta de 13h30 dois homens armados assaltaram uma casa lotérica no Jardim Jussara. O representante do estabelecimento, que não quis ser identificado, disse que dois rapazes entraram no local armados. Enquanto um deles apontava a arma para as pessoas que estavam esperando para serem atendidas, o outro foi até o caixa e roubou dinheiro e cheques. Ele não soube precisar o valor.
 
 




 

ANDRADINA
Expoan terá portões abertos

Jean Oliveira

      Para concorrer com a Brahma Fest, festa paralela patrocinada pelo candidato a prefeito Mário Celso Lopes, a comissão organizadora da Expoan (Exposição Agropecuária de Andradina), tradicional festa da cidade, que entra na sua 19ª versão, anunciou anteontem decisão de abrir os portões.
Dos quatro dias da feira, apenas no primeiro, dia 7, o visitante pagará ingresso. Serão cobrados R$ 5,00 para o show do grupo Paralamas do Sucesso.
No dia 8, acontecem a chegada da cavalgada da Marcha do Rei do Gado, e shows com o grupo de pagode Malícia e a dupla sertaneja Milionário e José Rico. Para o dia nove está confirmada a apresentação de dança japonesa Bon Odori. No encerramento, dia 11 (aniversário da cidade) tem final do rodeio e show com a dupla pop “Pepê e Nenem”.
O presidente do Sindicato Rural, organizador da festa, o vereador Fernando Demário dos Santos, disse que a decisão de abrir os portões da festa foi aprovada pelo conselho mantenedor da exposição e será possível devido aos patrocínios levantados.
Um grupo de empresários da cidade, rivais do grupo político de Mário Celso Lopes, está pagando todos os shows e demais despesas da festa, num total de R$ 200 mil aproximadamente.
A prefeitura da cidade não incluiu a Expoan nos festejos oficiais de aniversário, fato que não acontecia havia 12 anos. Santos é adversário político de Edna Brito (PRP).
Doze pecuaristas da região confirmaram presença nos estandes de exposição de animais da Expoan.
 
 



 
 

ILHA SOLTEIRA
Eletricitários dizem que vão à greve

        Os trabalhadores da Cesp (Companhia Energética de São Paulo) e das das empresas geradoras de energia de Ilha Solteira, Jupiá, Porto Primavera, Três Irmãos e toda a transmissão do Estado aprovaram greve a partir de segunda-feira por tempo indeterminado.
Segundo Maria Iracilda de Oliveira, diretora da subsede do sindicato da categoria em Ilha Solteira, “se o governador Mário Covas não anunciar o reajuste salarial de 8% até o fim de semana, a paralisação será inevitável”.
“A pauta foi entregue às empresas dia 26 de abril e até hoje elas e o governador Mário Covas continuam dizendo que o reajuste da categoria é zero, que a participação do lucros e resultados é zero, que não discute prorrogação do acordo coletivo, que significa garantia de emprego para a categoria”, disse ela.
Os trabalhadores realizaram, no mês passado, paralisação de duas horas e agora, até segunda-feira, vão adotar uma “operação pipoca”, na qual a cada dia um local importante da empresa será parada.
“A reponsabilidade do que vai acontecer daqui para frente é do governador. Não adianta dizer que somos essenciais e dizer que teremos zero de reajuste”, afirmou a sindicalista. As cidades correm o risco de ficar sem energia elétrica. (J.O.)
 
 

Foto: Arquivo

RISCO/ Hidrelétrica de Jupiá, em Castilho, que pode ser afetada pela paralisação
 
 



 
 

GUARARAPES
Moradores vão aproveitar dia
do padroeiro para pedir chuva

Cláudia Russo

       Guararapes festeja hoje o dia do padroeiro São Pedro Apóstolo. A missa está marcada para às 17h na igreja São Pedro, rua Dom Orione, 162. Com o encerramento da celebração, os fiéis seguem em procissão até o pátio do colégio dos padres, ao lado do templo. Lá erguem o mastro em homenagem ao santo. No mesmo local haverá quermesse com apresentações de quadrilhas e barracas com comidas típicas da época (amendoim, pipoca, canjica, frango assado, doces caseiros, entre outros). A entrada é R$ 1. A mesa para quatro pessoas custa R$ 5 e dá direito a um frango assado.
A paróquia de São Pedro Apóstolo foi fundada em 1960. Hoje ela congrega um seminário com 20 aspirantes e um semi-internato misto com 140 crianças. A festa em intenção ao padroeiro já está virando uma tradição no município. É o terceiro ano consecutivo de sua realização.
Este ano além dos pedidos tradicionais de proteção à cidade a comunidade vai pedir chuva a São Pedro. A intercessão do santo no clima é uma crença de que ele tem poder de fazer chover ou parar a chuva. É difícil precisar a data em que São Pedro começou a ter fama de controlar o tempo. A devoção, no entanto, deve-se ao fato do santo ser representado com chaves nas mãos. O povo acabou deduzindo que ele podia abrir ou fechar as “torneiras” do céu.
Na interpretação da Igreja, as chaves nas mãos da imagem representam o poder concedido por Jesus Cristo a ele para fundar a Igreja. “Quem determina o clima é a natureza, mas podemos pedir a São Pedro que interceda junto a Deus, que é quem controla a natureza”, justifica o pároco Miro de Bona.
Os fiéis vão precisar rezar bastante, já que o Ipmet (Instituto de Pesquisas Meteorológicas) da Unesp de Bauru não prevê chuvas para a região até amanhã.
Todo o Estado de São Paulo tem sofrido com as conseqüências da seca. Apesar do inverno brasileiro ser comumente seco, o período de estiagem começou antes da hora. O mês de abril, que geralmente é marcado por chuvas, foi o mais seco dos últimos 20 anos. Na região o índice pluviométrico de abril foi zero.
 
 



 
 

BURITAMA
Justiça revê 
medida e ordena 
desocupação

       A Justiça de Buritama decidiu anteontem manter a liminar de reintegração de posse da fazenda Casa Branca, em Buritama, onde 65 famílias de trabalhadores rurais sem terra estão acampadas desde o último dia 9.
A liminar havia sido suspensa temporariamente pela juíza Cássia de Abreu, do Fórum de Buritama, que recebeu da Ouvidoria Agrária Nacional um pedido de suspensão da medida por 60 dias, até que o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) vistoriasse a fazenda, com vistas à desapropriação.
A suspensão foi anunciada na terça-feira passada, quando a Polícia Militar esteve no local para retirar os acampados da área.
O advogado dos proprietários da fazenda, Geraldo Taniguchi, no entanto, foi até o Fórum e contestou a suspensão da liminar.
Na segunda-feira, o juiz substituto Cláudio Salvetti de Ângelo, decidiu pela manutenção da liminar, e deu prazo de cinco dias para que os acampados deixem a fazenda.
Apesar da decisão, a PM ainda não foi acionada para retirar as famílias. Os sem-terra já foram informados da decisão. (Cristina Lima)
 
 



 
 

BIRIGÜI
Câmara aprova 
acordo com 
fazendeiro

       Em sessão extraordinária, a Câmara de Birigüi aprovou, anteontem, o projeto do prefeito José Roberto dos Santos (PSDB), propondo a formalização do acordo com o pecuarista Nobuko Takayama, dono da fazenda Baixotes.
Pelo acordo a prefeitura compra área de 18,5 mil metros quadrados, que pertencia à fazenda e foi desapropriada para ampliação do cemitério da Consolação, no jardim Pinheiros.
A desapropriação, segundo o secretário de Negócios Jurídicos, Alberto Eugênio Gerbasi, ocorreu em 1997, quando a área foi declarada de utilidade pública. Desde então, os novos túmulos vêm sendo feitos no trecho anexado. Segundo Gerbasi, a desapropriação foi pacífica com os donos, que na ocasião deram autorização para que a prefeitura utilizasse a área para o cemitério.
Embora o terreno tenha sido avaliado em R$ 44.102,00, Takayama concordou com o R$ 40 mil propostos pela prefeitura.
Birigüi possui quase 100 mil habitantes e tem dois cemitérios. Além do Consolação, tem o da Saudade, no centro da cidade, sem possibilidade de ampliação. (Antônia Rodrigues)
 
 



 
 






ANDRADINA

Policiais de Andradina identificaram ontem três pessoas, moradoras em Castilho, acusadas de estelionato, formação de quadrilha e falsidade ideológica. Segundo o delegado Tadeu Coelho, o desempregado Nelson de Souza Carvalho, 32 anos, colocou uma foto sua em uma carteira de identidade em nome de Claunenir Ferreira de Andrade —ainda não localizado— e abriu uma conta na agência do Itaú de Andradina. De posse de dois talões de cheques, ele fez R$ 1,6 mil em compras na região, entre lojas de móveis e confecções e restaurantes. No dia 16 de maio, Carvalho convenceu o estudante Odair dos Santos, 21, abrir uma conta no Banco Real em seu nome para que soltassem novamente cheques sem fundos. Eles fizeram mais R$ 800,00 em compras. Já foram identificadas dez vítimas. O terceiro envolvido no crime é uma rapaz identificado por Pedro David Araújo. Com o delegado estão uma carteira de identidade e um CIC com esse nome. Ele está sendo procurado.
 
 



 
 





Festa
beneficente

BIRIGÜI— O “Arraiá da Má” acontece amanhã, às 19h, na praça Raul Cardoso, em frente à lanchonete Sassamá, no jardim Pérola, em Birigüi. A renda será revertida ao hospital psiquiátrico Vicente Felício. A dupla Jhane e Jhone animará a festa. O visitante ainda poderá participar do bingo. A mesa custa R$ 5,00, com direito a um frango assado. Grupos de quadrilha que quiserem se apresentar podem entrar em contato com Marlene, pelo telefone (0x18) 644-1315.

Justiça do
trabalho

BIRIGÜI— O Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário e Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Calçados de Birigüi convidam profissionais e população em geral para assistir hoje à palestra “Comissão de Conciliação Prévia”, a partir das 20h, na sede do Rotary Club de Birigüi, pelo juiz de trabalho Wilson Pocidônio da Silva.

Festa junina
da Coeb

BIRIGÜI— A APM (Associação de Pais e Mestres) da Coeb (Escola Cooperada Nova Geração), de Birigüi, promove amanhã, a partir das 19h, a 8ª edição da festa junina, que acontece no colégio.

Palestra
sobre diabete

BIRIGÜI— A ADJ (Associação de Diabetes Juvenil da Região Noroeste Paulista) convida a população para reunião mensal da entidade que será realizada sábado, às 15h, no Sesi, em Birigüi. Na ocasião será proferida a palestra “as quatro dimensões do ser humano”, pela assistente social Ivana Nobre Modena. O Sesi fica na rua José Agostinho Rossi, 620. Informações pelo telefone (0x18) 642-1929 e 642-7207.

Coleta de sangue
em Araçatuba

ARAÇATUBA— Sábado, das 7h30 às 12h, haverá coleta de sangue no Centro de Saúde de Araçatuba. Podem doar sangue as pessoas saudáveis com idade entre 18 e 60 anos e peso acima de 50 quilos. O Centro de Saúde fica na rua Afonso Pena, 1.537.

Workshop
no Senac

ARAÇATUBA— O Senac de Araçatuba promove workshop segunda-feira, com o pedagogo Roberto Carlos Ramos. O tema é “Pedagogia do amor e alfabetização”. A proposta é a reflexão sobre o relacionamento humano e a melhor forma de trabalhar com situações/alunos problemas. A unidade também oferece cursos de informática, como básico de AutocadR14, que começa terça-feira, Office 2000 e Wb design. Informações pelo telefone (0xx18) 623-8740.
 
 



 
 





28/6 - Roseli Aparecida Gonçalves, 25 anos, vendedora, natural de Araçatuba, filha de Melquíades Gonçalves e Aparecida Marinho Gonçalves. Solteira.
28/6 - João Pedro da Costa, 74 anos, aposentado.
28/6 - Alvaro Jiose Gerhardt, 75 anos, aposentado.
28/6 - Jacinto Lopes Garcia, 71 anos, aposentado, natural de Pirajuí (SP), casado com Hilda Casassola.
26/6 - Maria Aparecida de Moura Ricardo, 52 anos, do lar, natural de Avanhandava (SP), casada com Euclides Augusto Ricardo. Deixa 6 filhos.
26/6 - Possidonio Soares, 80 anos, aposentado, natural de Mato Verde, casado com Imelia Messias Soares. Deixa 4 filhos.
26/6 - Teodomiro José da Silva, 73 anos, lavrador aposentado, natural de Brejo do Santo (CE), casado com Maria Otelina Dias Silva. Deixa 5 filhos.
26/6 - José Spinelli, 54 anos, aposentado, natural de São Paulo (SP), casado.
26/6 - Geronima Moris Skaruk, 76 anos, do lar, viúva.
26/6 - Antonio Maurilio Ferreira Gomes, 83 anos, militar aposentado, natural de Cuiabá (MT), casado com Emiliana Maria Alves Gomes.
26/6 - Umekichi Kondo, 72 anos, natural do Japão.

Informações fornecidas pelas funerárias Laluce (623-3131), Municipal (623-4552) e Cardassi (624-3900).
 
 



 
 


Volta ao topo da página